Novos negócios e pipeline de vendas andam de mãos dadas. Se você ainda não utiliza em sua estratégia e processo comercial, você pode estar perdendo venda, dinheiro e bons vendedores. 

Uma boa e constante gestão dessa dinâmica de vendas é o segredo da eficiência e da garantia de bons negócios, focando em negociações quentes e sem desperdício de oportunidades e bons leads

Pipeline de vendas no mercado imobiliário é o fluxo das atividades diárias que compõem o processo de vendas no trabalho de corretor de imóveis, mostrando cada uma das etapas de uma negociação. Também conhecido como funil de vendas, ele vai desde o recebimento do lead até a venda do imóvel.

As vantagens de ter um pipeline de vendas

Visão das oportunidades

Valor das oportunidades

Controle de tempo de cada etapa

Controle de tempo da venda

Padronização de processos

Conheça os principais indicadores do pipeline de vendas

Um vendedor que bate metas conhece bem seu pipeline, por isso os números – e mais que isso, a organização deles – são muito importantes.

Existem 4 indicadores fundamentais e estratégicos que um corretor de imóveis deve monitorar e levar em consideração durante o ciclo do pipeline:

1- Ciclo de vendas e tempo médio nas etapas

Você sabia? Um lead atendido em até 5 minutos tem 100% de chance de taxa de resposta?

Ter um limite de tempo e saber a duração da permanência do lead em cada etapa do pipeline é fundamental. Em qual velocidade o estoque de negociações está se movimentando e avançando as etapas no pipeline?

Com isso, é possível entender também a duração média antes do negócio ser fechado, ou seja, o tempo que o vendedor investe no processo para ganhar a negociação. Quanto menor o ciclo de vendas, melhor. No entanto, ele varia de acordo com o produto, persona e modelo de vendas.

Funil de vendas bom é funil que se movimenta, e o mais rápido possível!

2- Número de deals abertos

Seu pipeline deve ter um volume ideal de negociações, que depende do ticket médio e ciclo de venda. 

Manter oportunidades de negociações em estoque é importante para suprir etapas posteriores e gerar volume.

Independentemente se a estrutura de prospecção da empresa conta com inbound, outbound ou os dois, o principal preocupado com o volume de leads no pipeline deve ser o próprio vendedor.

3- Ticket médio dos deals trabalhados

As principais metas dos vendedores são número de vendas e receita. O controle do ticket médio das suas negociações é fundamental para pagar o corretor de imóveis e ainda gerar lucro. Em geral, os principais modelos de comissão são 100% atrelados a este número, portanto, conheça o ticket médio dos seus deals!

4- Eficiência geral (close ratio)

Essa métrica é fundamental para que o corretor de imóveis entenda como está sua curva de aprendizagem ao longo do seu ciclo de vendas. Quanto mais eficiente no dia a dia, maior a probabilidade de aumentar suas vendas trabalhando com mais negociações.

É importante monitorar cada etapa e também um panorama geral, entendendo onde estão os gargalos do processo e traçar planos de ação para melhorias. 

A Solare Interativa é uma empresa de marketing digital, mas, mais que isso, nos tornamos especialistas em processo de vendas, jornada do consumidor e qualificação de leads. Entenda um pouco melhor neste artigo e fale conosco para conhecer nossas soluções para acelerar suas vendas!