Quem trabalha com projetos digitais já está habituado aos conceitos básicos de Marketing. Agora, remarketing? Você sabe o que é e como fazer isso? Não deixe essa ferramenta de lado: vamos te explicar qual é a utilidade dessa prática e como você pode aplicá-la para melhorar as vendas da sua empresa. Vamos nessa:

O que é remarketing?

Remarketing é uma estratégia utilizada em marketing digital, onde veiculamos conteúdos e anúncios em plataformas de mídias digitais para usuários que já demonstraram interesse em nosso site, produtos ou serviços. Ou seja: ao invés de direcionar nossos anúncios apenas para novos públicos, com o remarketing exibimos para pessoas que já foram atingidas por eles, a fim de impactá-las novamente e ajudar na sua decisão de compra.

Em resumo: é literalmente fazer marketing de novo.

De acordo com uma pesquisa do Google Ads, cerca de 97% dos visitantes de um site comercial são pessoas que não compram de primeira o produto que estavam pesquisando. É aí que entra a “mágica” do remarketing: sabe quando você pesquisa por um produto na internet – por exemplo, um notebook – e depois disso começam a aparecer oportunidades desse produto por todos os lados? É isso.

Quando um usuário pesquisar pelo notebook do exemplo pela primeira vez, o navegador dela receberá a informação de que a pessoa se interessa no assunto “eletrônicos”. A partir daí, por aproximadamente 30 dias – ou períodos determinados, a pessoa começará a receber novos anúncios sobre notebooks, com possibilidade de iscas como descontos, cupons, brindes, etc. 

Por que usar o remarketing?

Basicamente, as maiores vantagens de usar o remarketing são que:

  • O público é mais qualificado, pois essa estratégia te dá a possibilidade de se comunicar com pessoas que você já sabe que estão interessadas no que sua empresa tem a oferecer. Portanto, é um investimento com foco bem mais específico e objetivo.
  • Tem altos índices de conversão. Justamente pelo que já dissemos: às vezes só do que aquele usuário precisa para comprar o seu produto ou assinar o seu serviço, é de um “empurrãozinho” – ou um lembrete – e ver um novo anúncio da sua empresa pode ser o incentivo que faltava para fechar negócio. 

Como fazer remarketing?

Para uma campanha de remarketing ser bem feita e eficaz – atingir seu objetivo final de conquistar novos clientes – é fundamental saber prepará-la e executá-la corretamente. Em primeiro lugar é essencial saber em que estágio do funil de vendas o seu usuário está. Depois disso escolha sua ferramenta: é possível usar tanto o Google Ads quanto redes sociais para o remarketing. Vamos falar um pouco mais sobre cada um:

  • Google Ads

Dentro do Google Ads você pode fazer remarketing de duas formas sendo:

  • Rede de Display
  • É um grupo de sites parceiros que oferecem espaço de mídia dentro deles
  • Permitem a veiculação de banners de diversos tamanhos, estilos e textos.
  • Ponto positivo: oferece mais variedade para o anunciante
  • Rede de Pesquisa
  • É a própria página de resultados que aparece quando fazemos uma pesquisa.
  • Só permite um determinado formato de banners e quantidade de texto.
  • Ponto positivo: aborda o usuário “logo de cara”, antes de entrar em um site.

Para criar a sua campanha de remarketing nessa ferramenta, basta:

  • Depois de logar no Google Ads, escolha a opção de criação de listas de remarketing;
  • Configure a Tag inserindo os dados que deseja coletar dos usuários;
  • Adicione os nomes dos visitantes do seu site à lista de remarketing;
  • Determine o tempo que deseja que os visitantes permaneçam na lista;
  • Pronto! Sua campanha de remarketing está criada!
  • Lembre-se de caprichar nas palavras-chave e até personalizar o texto dos anúncios para conversar melhor com esse público.

Através das métricas do Google Ads, você pode acompanhar os resultados da sua campanha.

  • Facebook Ads

Se preferir, você pode utilizar o Facebook Ads como canal de remarketing. Para isso, você deve:

  • Antes de tudo, faça um bom planejamento de campanha;
  • Depois de logar no Facebook, acesse sua página comercial;
  • Acesse o Gerenciador de Anúncio e “Criar Público Personalizado”;
  • Em “Tráfego do site”, insira “qualquer pessoa que visite meu site”;

(também é possível fazer remarketing com pessoas que engajaram com seus anúncios)

  • Então escolha o período pelo qual essas pessoas devem receber os anúncios;
  • Pronto! Sua campanha de remarketing está criada!

Através das métricas do Facebook Ads, você pode acompanhar os resultados da sua campanha.

  • Instagram

Também bastante utilizado pelas empresas (principalmente por lojas), o Instagram funciona como uma boa ferramenta de remarketing. É muito comum estar passando despretensiosamente pelos seus stories e se deparar com o anúncio de um produto que você está quase comprando. Que tal investir nessa estratégia para conquistar seus clientes?

Seja qual for a ferramenta que você escolha para aplicar sua estratégia de remarketing, a nossa dica é: faça. Além das vantagens que já citamos aqui, você vai descobrir novas possibilidades online, fidelizar um público refinado e recorrente, além de ter mais retorno sobre os investimentos em anúncios. Dê uma chance para o remarketing e alavanque seus índices de vendas!

Se tiver alguma dúvida ou quiser entender melhor como essa e outras práticas de marketing digital funcionam, você pode entrar em contato com a Solare Interativa, empresa especializada em gestão de marca e campanhas de performance, através do formulário abaixo: