Um belo dia seu time de Vendas te pergunta em que estágio está certo lead e se já o considera apto para receber uma abordagem comercial. Você começa a procurar essas informações em diversas pastas e planilhas, mas percebe que cada uma está registrada em um lugar diferente – outras até se perderam no caminho! E agora, o que fazer? Sem pânico. Nós sabemos que a falta de organização no armazenamento de dados pode ser um tiro no pé da sua estratégia de Marketing Digital. Por isso, hoje vamos te ensinar tudo o que você precisa saber para começar a usar um CRM na sua empresa e aproveitar os benefícios dessas super ferramentas de gestão!

O que chamamos de CRM?

Do inglês “Customer Relationship Management”, CRM é a sigla para Sistema de Relacionamento com o Cliente. Esse termo envolve todo o conjunto de estratégias de negócio, práticas e plataformas que têm como foco o relacionamento com os clientes/potenciais clientes de uma empresa. Na prática, é como chamamos um software, totalmente online e seguro, onde organizamos todas as informações a respeito dos leads do negócio.

É nessa ferramenta digital que os profissionais de Marketing e Vendas envolvidos no processo de captação, acompanhamento e conversão de leads vão ter acesso a todo o histórico de negociações que já foram feitas e identificar novas oportunidades. E não apenas esses dois times, mas qualquer outro que tenha contato com cliente – como o pessoal de Atendimento – também tem vantagens em aderir a esse modelo – o gerenciamento de contas ativas, por exemplo, fica muito mais centralizado!

Por que isso é importante? Bom, conhecendo o perfil, o fluxo de emails, os materiais baixados e tantas outras ações anteriores do lead, fica bem mais fácil entender com quem vou me comunicar e como fazer isso de maneira eficiente para chegar à uma venda. Isso por que, um dos pilares do CRM é estar focado no cliente. Em uma época digital em que temos muito mais facilidade para falar uns com os outros, os pontos de contato podem ser diversos e o volume de conversas bastante grande! Por email, mensagem, comentário, inbox… O mais importante é garantir uma boa experiência para o usuário

Vantagens de aderir a um CRM

Quanto aos benefícios, para além dos que já citamos, existem muito outros, os quais:

  • Dispensa o esforço manual e improdutivo para organização;
  • Substitui processos obsoletos por ferramentas modernas e confiáveis;
  • Promove a otimização de recursos (como tempo e mão-de-obra);
  • Simplifica e agiliza processos de vendas, evidenciando leads qualificados;
  • Atualiza constantemente as informações, em qualquer lugar e momento;
  • Facilita a adequação à Lei de Proteção de Dados, normas e políticas;
  • Dá visibilidade das estatísticas de conversão e evidencia desempenho;
  • Melhora o processo de imersão de novos colaboradores na empresa;
  • Aumenta a satisfação do cliente com uma comunicação personalizada;
  • Cresce o retorno sobre o investimento, com assertividade em cada ação.

Tipos de CRM: qual escolher?

Quanto aos tipos, são dois principais: o CRM local (aquele que é mantido em um servidor físico da empresa, que precisa ser instalado em um servidor local e receber manutenção de uma equipe de TI própria) e o CRM de Nuvem (aquele que não precisa ser instalado, é acessado de modo online por navegador ou aplicativo e administrado pela equipe de especialistas responsável pelo software).

Agora, no que diz respeito aos modelos, é preciso levar em consideração que a quantidade de leads, tamanho de equipe e outros detalhes administrativos funcionam de modo diferente em pequenas e grandes empresas. Cada modelo se adequa melhor a cada formato de negócio, podendo ser usados de forma operacional, analítica, colaborativa e/ou estratégica. São eles:

  • Enterprise – O foco dessa ferramenta está na personalização, isso é, pode ser adaptada de acordo com as necessidades que as grandes empresas têm. É possível, mediante pagamento, incluir recursos mais estruturados, pacotes de soluções mais complexos, tudo para que mesmo os profissionais em cargos de gerências consigam acessar e acompanhar a visão macro do negócio com facilidade e
  • PME – Essa ferramenta é ideal para as pequenas e médias empresas, pois oferecem a agilidade e mobilidade necessárias no dia a dia de times mais enxutos. Consequentemente, aqui o valor investido é menor, pois o sistema tem menos opções de personalização. Porém, há algo de positivo em sua simplicidade: as funcionalidades de integração com ferramentas externas de automação (como as plataformas usadas para fluxos de email) são bastante práticas!

Independente de qual tipo de CRM você escolha, é fundamental ter uma estratégia de marketing e vendas muito bem definidas – e unidas – para que todo o potencial produtivo dessa ferramenta digital possa ser bem aproveitado. Incentive sua equipe a manter o processo simples, inserindo informações claras e bem explicadas, de forma objetiva e compreensível para todos. Para isso, conte com profissionais experientes no uso desses recursos, que poderão te ajudar a extrair o máximo das funcionalidades da plataforma. 

A Solare Interativa é uma empresa de marketing digital, mas, mais que isso, nos tornamos especialistas em processo de vendas, jornada do consumidor e qualificação de leads. Fale conosco para conhecer nossas soluções!