Pergunta: Qual é a primeira coisa que você precisa fazer antes de publicar qualquer conteúdo nas mídias digitais da sua empresa? Se sua resposta foi “Eu preciso montar um calendário editorial”, está de parabéns! Por mais empolgante que seja participar das redes sociais e demais plataformas online, começar a postar sem qualquer planejamento prévio pode ser mais prejudicial do que benéfico para seu negócio – e atrapalhar sua estratégia de marketing digital! 

Uma das ferramentas essenciais para consolidar sua autoridade digital – e que deve ser utilizada logo no começo – é o calendário editorial. Hoje, vamos te ensinar a montar o seu próprio calendário seguindo 7 passos bem simples. Mas antes, vamos passear por alguns conceitos básicos: 

O que é um Calendário Editorial?

Resumidamente, calendário editorial é um documento onde você reúne toda a programação da sua estratégia de conteúdo: o quê será publicado, quando, por quem, como, para que, entre outros elementos nos quais você deve pensar – o que te permite definir e aferir a periodicidade de posts.

O arquivo é baseado em um calendário normal (com dias, semanas e meses), com a diferença de que, nesse, você implanta seu cronograma de produção e consegue ter maior visibilidade do seu plano de ações, além de enxergar com clareza quais tarefas devem ser priorizadas.

Vantagens de usar um Calendário Editorial:

A adoção de um calendário editorial está relacionada ao crescimento de diversas métricas, além de muitos outros benefícios relacionados à gestão e produção. Entre eles temos:

  • Redução no atraso das publicações;
  • Aumento do número de sessões no seu site;
  • Melhoria no planejamento e organização (cria hábitos);
  • Crescimento das taxas de conversão dos seus conteúdos;
  • Aumento do tráfego de usuários no seu site e redes sociais;
  • Garantia de que toda a sua equipe de marketing está alinhada;
  • Crescimento do volume de leads qualificados que acessam seus conteúdos;
  • Facilitação na avaliação de resultados (por registrar produções anteriores);
  • Estímulo da criatividade (com novos conteúdos, reutilização e atualizações);

Passo a passo: Monte seu Calendário Editorial

Está se perguntando como colocar todas as informações que têm em mãos em uma única planilha? Eis a resposta: aqui em baixo, nesses 7 passos, listamos os principais dados que você deve inserir no seu calendário editorial para ter um bom controle dos seus processos de produção e entregas. Veja:

  • Definição de tom e público

É essencial entender com quem você está falando para saber como falar da maneira mais assertiva possível. Adaptar não apenas a sua linguagem, mas também o seu tom (mais descontraído, formal, amigo ou comercial) acaba sendo fundamental para que as pessoas consigam entender o que você publica e se conectar com seu conteúdo – e consequentemente, com seu negócio.

Sendo assim, ao criar um arquivo para seu Calendário Editorial, na plataforma de sua preferência, insira um aba com:

  • Persona – crie uma versão fictícia do seu cliente ideal. Dê um nome à ela, características físicas e psicológicas, principais desafios e pense em como seu produto/serviço pode ajudá-la. Ter uma “pessoa” em mente na hora de criar conteúdos pode ser muito útil; 
  • Tom – com base na sua persona, defina em algumas palavras como você vai se comunicar com ela. Por exemplo: como Camila não tem muito tempo para ler notícias, minhas publicações terão chamadas objetivas, com verbos fortes e um tom vendedor. 

  • Escolha dos canais

Pense: com quais plataformas meu negócio pode se dar melhorar? Se tenho um escritório de advocacia, faz sentido criar uma conta no Twitter? Se tenho uma loja de cupcakes, é essencial ter um perfil no Instagram? Uma pesquisa sobre quais redes sociais costumam arrematar mais leads para o seu tipo de negócio pode ser de grande ajuda nesse momento de decisão.

Depois de se decidir, crie uma aba no seu Calendário Editorial contendo:

  • Redes sociais – quais você vai utilizar, para falar com quem (empresas, clientes finais, RH, etc.);
  • Mídias digitais – não só de redes sociais viverá a internet, já diziam os especialistas em marketing digital. Os blogs também são uma excelente ferramenta de conteúdo para criar um vínculo com seu público e te registrar como autoridade sobre os assuntos que aborda!
  • Explorando possibilidades

Será que um post que eu faço no Instagram vai gerar o mesmo engajamento se for replicado no Linkedin? E aquele vídeo super engraçadinho que publicamos no Facebook, vai funcionar no Twitter? Está aí mais um ponto em que o calendário editorial pode te ajudar: a estimular sua criatividade e listar diversas possibilidades de formatos que possam ser publicados em cada rede social.

No Calendário Editorial, crie uma aba onde possa inserir:

  • Editoria – defina qual será o foco daquele tipo de conteúdo, ex.: informação, publicidade, educação, institucional, cultura, etc;
  • Etapa do Funil de Vendas – para qual momento do seu público aquele tipo de conteúdo é mais adequado? O que é mais provável que atenda às suas necessidades? Além disso, em qual etapa da jornada de compra o lead está?
  • Formato – aqui você pode listar todas as suas ideias – relacionando-as com as colunas anteriores. GIFs, ebooks, blog posts, duelos, caça-palavras; quais formatos inovadores você pode utilizar para passar alguma informação para seu público?
  • Estrutura – nessa coluna você descreve o que cada formato pode conter. Por exemplo: na editoria “cultura” vou postar um quiz com 5 dicas sobre algum produto da minha empresa e pedir para as pessoas adivinharem de qual se trata.
  • Objetivo – para que você vai publicar esse tipo de conteúdo? Qual reação espera por parte do seu público (curtidas, comentários, registro, download, compartilhamento, etc.)? Definir o propósito de cada ação dentro do marketing digital é, mais do que aconselhável, essencial!
  • Estipulado a frequência

Não dá para esperar que seu público acompanhe seu conteúdo se você fizer apenas um post por mês – e o mesmo vale para o oposto: 300 publicações por dia também não vão te ajudar. Uma frequência bem calibrada é essencial para fidelizar o seu público!

O ideal é definir alguns dias da semana para fazer publicações regulares, tomando o cuidado de sempre postar nessas datas determinadas. Para escolher os dias e horários, vale a pena pesquisar em ferramentas de marketing digital quais são os melhores momentos de publicação em cada rede social para o seu nicho de negócio. É aqui também que você vai inserir prazos de entrega!

No seu Calendário Editorial, crie uma nova aba para inserir:

  • Dias da semana – Na primeira linha, insira os dias da semana (incluindo o final de semana). Ela vai te orientar na hora de incluir os dias;
  • Divisão de semanas – Na primeira coluna, insira a divisão de semanas que aquele mês terá. A maioria deles varia entre 4 a 6 semanas;
  • Dias do mês – seguindo um calendário normal, por exemplo, de Agosto, insira os dias daquele mês, observando os dias da semana e semanas que você inseriu anteriormente. Fique atento também às datas comemorativas que você pode aproveitar como gancho para conteúdos!;
  • Espaço em branco – pelo menos uma linha embaixo de cada dia para inserir os posts que serão feitos naquela data, em qual canal e os seus respectivos títulos.

Veja o exemplo que criamos:

  • Selecionando o conteúdo

Muito bem, você já sabe quando, o quê e em qual formato postar. Está na hora de selecionar o tema! Lembre-se que cada minuto que uma pessoa passa em uma rede social é extremamente precioso. As pessoas só vão parar para interagir com/consumir seu conteúdo se ele for realmente relevante! 

Por isso, é importante inserir em uma nova aba do seu Calendário Editorial:

  • Tema – qual assunto será tratado naquela publicação? Serão as vantagens de morar na região dos seus empreendimentos ou 5 dúvidas mais comuns de quem pede o distrato imobiliário? Liste todas as ideias que você tiver e faça pesquisas para determinar a pertinência delas. Depois, insira os temas de cada postagem nos espaços em branco do seu calendário de dias;
  • Palavra-chave – quais são os principais termos que as pessoas pesquisam nas ferramentas de busca e que, de alguma forma, estão relacionados ao seu negócio? Caso tenha dúvidas de quais delas são mais relevantes para seu nicho, busque a ajuda de ferramentas específicas!
  • Categorias – equivalente às editorias, são mais voltadas para sites. Em qual categoria se encaixa o seu post? Essa divisão auxilia os leitores a localizarem com mais facilidade os conteúdos do seu blog que lhe interessam.
  • CTA – qual chamada para ação (call to action) você pode inserir nessa publicação? Por exemplo: ao postar uma foto do dia a dia de trabalho dos seus colaboradores, você pode convidar o público a visitar seu site e se candidatar nas vagas abertas.
  • Alocando responsáveis

Fazer um conteúdo sozinho já é tarefa árdua, imagine então se tudo for feito sozinho? Ter uma equipe de marketing na qual as tarefas possam ser distribuídas é fundamental para que ninguém fique sobrecarregado e todos trabalhem em sinergia. Pontuar esse tipo de informação, incluindo os status em uma coluna a parte (em produção, em aprovação, aprovado, recusado, etc.) é indispensável.

Portanto, insira na aba de cronograma do seu Calendário Editorial uma coluna/linha contendo:

  • Produção – quem será responsável por desenvolver aquele material e qual é o prazo que essa pessoa tem (estipular prazos auxilia no controle);
  • Aprovação – algum superior terá de aprovar aquele material ou conteúdo produzido? Em caso afirmativo, insira o nome desse responsável na tabela (“solicitar aprovação de Fulano”);
  • Publicação – por fim, o profissional de mídias sociais deve ter seu nome incluído na atribuição de tarefa “publicar”. Lembre-se: a pessoa se orienta pelas indicações de dias, semanas e horários, então seja bem específico e cuidadoso ao inserir cada informação na tabela!
  • Acompanhando os resultados

Por fim, depois de dar o “start” nas suas publicações, é fundamental analisar os resultados de tudo o que foi feito. Com o auxílio do time de Mídias Sociais, gere relatórios que mostrem quais data, horários, conteúdos e temas geraram um maior engajamento do público com os seus conteúdos. Mas não pare por aí!

A parte mais importante do acompanhamento de resultados é pontuar o que e por quê precisa ser melhorado. Talvez você tenha inserido no seu Calendário Editorial um formato X de publicação que, pensou, envolveria bastante seu público. Porém, ao conferir as métricas, notou que o formato Y é que atraiu mais a atenção das pessoas. Estar atento a essas necessidades de inovação vai te ajudar a deixar seu Calendário Editorial cada vez mais completo – e sua presença digital firme e forte!

Conclusão:

Mais do que uma estratégia de marketing digital, um calendário editorial é ferramenta básica para o desenvolvimento das suas campanhas de conteúdo, publicidade e qualquer outra ação digital. Além de seguir os passos que listamos aqui, você também pode recorrer à ajuda de profissionais bastante capacitados para traçar sua estratégia de marca e gerir as suas redes sociais. 

Se quiser saber mais sobre como essa e outras estratégias de parceria com agências especializadas em marketing digital funcionam, você pode entrar em contato com a Solare Interativa, empresa focada em gestão de marca e campanhas de performance, através do formulário abaixo: