Um estudo realizado pela WordStream comprova que todas as áreas de negócios podem utilizar o Facebook Ads para alavancar os negócios, usando a ferramenta como uma plataforma de vendas ou até mesmo para a geração de leads.

Foi feita uma pesquisa com cerca de 256 empresas americanas que utilizaram seu serviço no Facebook Ads entre novembro de 2016 e janeiro deste ano, a fim de entender quais tipos de informações estão sendo mais requisitadas. Entre o mercado estudado, foram divididas 18 categorias, sendo elas: vestuário, automotivo, B2B, beleza, serviços, educação, empregos e treinamentos, finanças e seguros, fitness, home improvement, saúde, serviços industriais, direito e advocacia, imóveis, comércio, tecnologia e, por fim, turismo e lazer.

O CTR, conhecido por taxa de cliques, é a métrica que indica o número de pessoas que se interessaram em um anúncio no Facebook e clicaram no link. De acordo com o estudo realizado, o mercado com maior média foi o jurídico com 1,61% e o de menor  foi o da área de empregos, com 0,47% – uma vez que o LinkedIn é mais popular para quem está procurando empregos ou talentos.

Já o custo por clique (CPC)  é que mensura quanto cada anúncio custou, através da divisão entre o custo geral do anúncio e o número de cliques que o mesmo recebeu. As indústrias que pagam mais caro são a de finanças e seguros, que, em dólar, pagam cerca de $3,77 a cada clique. E os mais baratos ficaram com setores de vestuário, turismo e comércios em geral.  

O custo por ação (CPA) funciona de maneira semelhante, porém, o custo é calculado de acordo com o investimento em Facebook Ads e o número de conversões feitas através dele. Os setores que mais pagam por ação é o automotivo, home improvement e tecnologia, que é o mais alto e possui custo de $55,21 dólares.

Para finalizar, muitos acham que o número de curtidas na página é que serve para dizer se ela é bem-sucedida ou não, mas quem determina isso  são as vendas e conversões que a página gera. Entre elas, as empresas fitness tem se provado as mais bem-sucedidas, com uma taxa de conversão média de 14,29%.

Fonte