O acesso rápido e facilitado à informação através da internet criou um novo perfil de consumidor e, além disso, com a expansão das redes sociais, o comportamento deste consumidor digital gerou uma grande mudança na decisão de compra.

Resolver tudo sem precisar levantar da cadeira deixou de ser um sonho e passou a ser realidade: o indivíduo pode fazer a compra online, decidir se quer receber o produto em sua casa, trabalho ou onde preferir e ainda tem o poder de dar e receber opiniões quase que instantaneamente sobre o produto que acabou de adquirir.
Este processo de compra não é tão simples na prática quanto na teoria. Para entender melhor como funciona o comportamento do consumidor digital, é preciso entender as etapas emocionais dele:

fluxograma_1024

1- Descoberta e interesse

Nesta etapa sua marca ainda não sabe nada sobre quem está visitando o link do seu produto e nem mesmo se ele é um cliente em potencial ou apenas está curioso, por isso é a fase de descoberta. O visitante foi atraído pelo produto por conta das ações de marketing e SEO bem trabalhadas com sua marca e o interesse dele deve ser estimulado.

2- Reconhecimento da necessidade

Aqui o consumidor já está familiarizado com o produto de interesse e as oportunidades para sua marca começam a aparecer, por isso os conteúdos devem ser mais profundos para instigar a necessidade de ter o seu produto.

3- Avaliação

Comentários, notas e outras opiniões compartilhadas de outros clientes que já adquiriram o produto de interesse do consumidor em questão influenciam muito na decisão da compra.

Aqui o consumidor avalia a relação entre VALOR e PREÇO. Valor é como ele percebe as vantagens atribuídas do produto, por exemplo uma boa avaliação da sua marca no ambiente digital feita por outros clientes, ou sua página no Facebook com muitas interações positivas. Já o preço é o quanto em dinheiro este produto vai custar para ele.

4- Decisão e compra

Esta fase representa suas oportunidades de venda, pois o consumidor está tomando a decisão de comprar ou não o produto que sua marca vende, mas também está avaliando em qual site vai comprar, ou seja, pode ser do seu concorrente.

A credibilidade que sua marca passa e o trabalho de uma equipe de marketing são fundamentais e é neste momento em que pode ocorrer a conversão, ou seja, a venda.

Como dissemos neste post sobre a Internet a favor da Loja Física, o online também influencia no offline, ou seja, após estas quatro etapas,  o consumidor tem a possibilidade de finalizar a compra já pela internet ou ir direto a uma loja física. Caso seu estabelecimento esteja presente nos dois ambientes, o post citado é uma ótima dica de leitura.

Com este estudo do seu possível cliente, você consegue saber em qual fase é o seu momento de compra para atingi-lo com mais força, como demonstrado na pirâmide abaixo:

piramide

Repare que no topo da pirâmide é o momento da disposição do cliente e do seu interesse em adquirir seu produto. É nesta hora que a equipe de marketing vê a oportunidade para por em prática com mais intensidade as ações planejadas e o investimento para gerar conversões para seu produto.

Se você ainda não aproveita as vantagens do marketing digital e da geração de leads para o seu negócio, agora tem motivos de sobra para não esperar nem mais um minuto.
O mundo digital realmente mudou o comportamento do consumidor e sua marca precisa se adaptar e se atualizar diante desse novo cenário.